Dicas de Conservação dos Produtos



O couro legítimo, apesar de resistente, necessita de cuidados especiais para uma maior durabilidade. Utilizar o método errado na limpeza pode danificar permanentemente sua bota. Por isso separamos algumas dicas essenciais para conservar sua bota por mais tempo!



 

LIMPEZA

- Lembre-se que o couro é um material muito sensível à água. Nunca lave ou deixe suas botas de molho.

- Na limpeza do couro, em sujeiras mais resistentes, utilize apenas um pano macio levemente umedecido com água, sem esfregar.

- Em caso de poeira acumulada, utilize um pano macio e seco.

- Caso você tome chuva ou as molhe por acidente, deixe secar a sombra e em ambiente arejado.

- Não utilize escovas e esponjas ásperas, para evitar riscos e arranhões no couro.

- Produtos químicos como álcool, acetona, alvejante, detergentes, entre outros, também não devem ser usados. Eles podem manchar e causar ressecamento no couro.

- Nunca utilize secadores, estufas ou máquinas de lavar/secar.

- Evite exposição ao sol. O excesso de calor danifica e resseca o couro.

- Para limpar o solado, que é o local que mais acumula sujeiras, utilize uma escova de cerdas macias e água com sabão neutro se necessário.

 

HIDRATAÇÃO

- O couro, assim como a pele, necessita de hidratação. O hidratante para couro dará brilho e vigor a sua bota. Para evitar o ressecamento e rachaduras, utilize um hidratante específico para o couro em questão sempre que necessário.

 

ARMAZENAMENTO

- Após o uso, não guarde as botas imediatamente no armário. Deixe arejar na sombra, para que a umidade da transpiração possa evaporar.

- Guarde suas botas em local seco e arejado. O excesso de umidade pode contribuir para o mofo, maus odores e manchas.

- Armazene-as em caixas perfuradas, em sacos de TNT ou em pé, uma do lado da outra.

- Evite guardá-las em sacos plásticos ou em locais que impeçam que o couro “respire”, para evitar o surgimento de mofo.

 

ATENÇÃO!

- Por serem produzidas com pele animal, as botas e botinas possuem marcas, variações de tons e manchas próprias de seu acabamento, que não caracterizam defeito e sim características do próprio couro.

- Com o tempo é natural que o couro desbote. Podem surgir novas marcas e deformações características.

- Todo calçado de couro legítimo pode soltar tinta, tanto na parte interna como na externa, podendo manchar os pés, as meias e até mesmo a barra da calça.